pascoa-judeusNo mês primeiro, aos catorze do mês, no crepúsculo da tarde, é a Páscoa do SENHOR. E aos quinze dias deste mês é a Festa dos Pães Asmos do SENHOR; sete dias comereis pães asmos.

No primeiro dia, tereis santaconvocação; nenhuma obra servil fareis...; ao sétimo dia, haverá santaconvocação; nenhuma obra servil fareis. Para os judeus é a festa maior nas Escrituras. É celebrada a partir do dia 14 de Nissan. Pessach, do hebraico, significa literalmente “passar por cima”, lembrando o livramento do povo hebreu do cativeiro no Egito. Durante a sua elaborada celebração, que envolve inúmeros símbolos relacionados com os eventos descritos no livro do Êxodo, é lido o SEDER que significa “ordem”.

São relembrados os principais pontos dessa história. Durante sete dias pães com fermento são abolidos, sendo consumidos apenas pães asmos, chamado “matsá”. Para os gentios e judeus messiânicos, além do significado original devemos, nos lembrar do texto de I Co 5.6-8, onde o fermento é associado ao pecado.

Vários dos símbolos da celebração judaica nos remetem à redenção alcançada pelo “Cordeiro de Deus”, dando um significado muito especial na celebração dessa festa por todos aqueles que têm encontrado a salvação através do Messias dos judeus.

Por Gilberto Branco

#Compartilhar