Piloto do Su-24 derrubado pela Turquia foi salvo pelo Exército sírio

pilotosu24Um dos dois pilotos do avião russo Su-24 derrubado por um caça F-16 turco ontem de manhã foi salvo pelo Exército Sírio, de acordo com o embaixador da Rússia na França, informa a Reuters.

"Um dos pilotos foi ferido quando descia de paraquedas e foi morto de forma violenta já no chão pelos jihadistas. O outro piloto conseguiu escapar e, de acordo com as últimas informações, foi salvo pelo Exército sírio e deve estar voltando para a base da Força Aérea russa", disse o embaixador Aleksandr Orlov à rádio Europe 1, citado pela Reuters.

O Ministro da Defesa russo, Sergei Shoigu, na quarta-feira (25) confirmou o salvamento do piloto do Su-24.

"A operação de resgate foi concluída com êxito. O copiloto está de volta à nossa base aérea de Hmeymim. Ele está são e salvo", disse o ministro da Defesa da Rússia, na reunião do conselho.

O ministro destacou que a operação de salvamento do piloto durou 12 horas e agradeceu a todos os participantes que trabalharam toda a noite arriscando a sua vida.

“Relatei sobre o fim da operação bem sucedida ao comandante-em-chefe [Vladimir Putin]. Ele pediu para agraciar todo o pessoal que participou desta operação”, disse Shoigu.

O presidente russo Vladimir Putin disse aos jornalistas que ambos os pilotos do Su-24 derrubado no céu sobre a Síria serão condecorados, bem como todos os participantes da operação de salvamento.

Nesta terça-feira (24), um caça russo Su-24 foi derrubado por um míssil ar-ar turco em espaço aéreo sírio. O Ministério da Defesa sublinha que, durante todo o voo, o avião se manteve sempre sobre o território da Síria. Isto foi registrado por meios de controle objetivos", acrescentou o departamento militar.

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, classificou o ato como "um golpe nas costas".

Fonte: Sputnik Brasil

#Compartilhar